Darci Lermen decreta situação de emergência pública


  • Nenhum comentário
  • Destaques

 

 

 

 

 

 

 

 

A greve dos caminhoneiros iniciada há oito dias afetou diversos serviços no município de Parauapebas, em função do desabastecimento de combustível, por este motivo, o prefeito Darci Lermen publicou nesta segunda-feira (28), situação de emergência pública. Desta forma, o poder público municipal fica autorizado a tomar todas as medidas administrativas necessárias para assegurar o atendimento de serviços essenciais para a população, dentre elas fazer compras emergenciais, sem carecer dos prazos normais de processos licitatórios.

O decreto também suspende a realização de serviços não essenciais pela prefeitura no período de 29 de maio e 1º de junho. Considera-se serviços essenciais: transporte de pacientes e material biológico, gases medicinais e diesel para geradores de energia, distribuição de insumos, vacinas e medicamentos; transporte de alunos e distribuição de gêneros alimentícios para as escolas; transporte coletivo urbano de passageiros; coleta de lixo; serviço funerário; defesa civil.

Uma série de comunicados da Assessoria de Comunicação (ASCOM) têm sido emitidos desde a semana passada para alertar a população quanto à suspensão de alguns serviços públicos. Quanto ao serviço de abastecimento de água foi informado da redução do tempo de funcionamento do sistema de abastecimento, de 24  para 12 horas, por conta da falta de produtos químicos utilizados no tratamento, que são comprados de fora do município e ficaram parados nos bloqueios dos caminhoneiros.

A coleta de lixo seria feita normalmente até ontem (27), de acordo com nota emitida pela Ascom, e nesta semana a forma de atendimento do serviço está sendo avaliada. O impacto na saúde também foi informado em nota, “a falta de combustível afeta diretamente o funcionamento e atendimento das ambulâncias e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192). Já faltam medicamentos controlados para pacientes que realizam tratamento. Alguns remédios distribuídos nas unidades de saúde devem começar a faltar gradativamente a partir do final da semana”.

A Central de Vans, responsável pelo transporte coletivo, foi autorizada a reduzir o número de veículos na cidade, 70%da frota vai circular durante a semana e 50% aos finais de semana, enquanto durar a greve dos caminhoneiros. Campanhas educativas no trânsito e da semana do Meio Ambiente foram prorrogadas.

As aulas na rede pública de Educação foram suspensas e também as atividades promovidas pela secretarias de Cultura, na Escola de Música Waldemar Henrique e no Centro de Desenvolvimento Cultural do Ipiranga (CDCI), e de Esporte e Lazer, no Ginásio Poliesportivo, Complexo Esportivo e Praça da Juventude.

 

 


Mais do Portal F5


  • Destaques

Jogo do Tigrinho: Desvendando os Segredos

Investigação de engenheiro de segurança cibernética revela bastidores do jogo online e alerta para falta...

  • Destaques

Polícia prende homem com fuzil anti-drones em Nova Iguaçu

Agentes da Polícia Federal e da Receita Federal frustraram, na manhã de segunda-feira (15), o...

  • Destaques

Operação Santa Rota Combate Corrupção em Santaluz

A Operação Santa Rota combate corrupção em Santaluz e investiga irregularidades na contratação de transporte escolar. A...

Você não pode copiar esse texto.