Greve dos professores da rede municipal de Parauapebas começa na segunda (9)


  • Nenhum comentário
  • Notícias

Greve dos professores da rede municipal de Parauapebas começa na segunda (9)

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp) está divulgando em carro de som e redes sociais que a partir de segunda-feira (9) os pais não devem levar seus filhos para a escola pois iniciará a greve dos professores por tempo indeterminado. A decisão pela paralisação foi tomada na assembleia geral, realizada na terça-feira (3).

“A partir de segunda-feira não haverá aula em nenhuma escola municipal, pedimos a compreensão e colaboração da sociedade, assim que a greve terminar, o Sintepp apresentará proposta de reposição das aulas, afim de que seus filhos não fiquem prejudicados”, diz um trecho do áudio divulgado pelo sindicato.

A categoria divulgou uma carta com suas reivindicações, mas a justificativa para a deflagração da greve são dois pontos principais: o rateio do antigo Fundef, repassado pelo governo federal recentemente aos cofres do município, e o projeto para eleição direta para diretores das escolas públicas municipais.

Parauapebas recebeu mais de R$ 85 milhões de repasse referente ao Fundef e o sindicato está brigando para que parte desses recursos, em torno de R$ 50 milhões, seja distribuído entre os professores da rede pública municipal e o restante utilizado em ações da manutenção do ensino, como reformas, construções de escolas, aquisição de materiais escolares, entre outros.

A Prefeitura fez uma consulta junto ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) sobre a possibilidade de fazer esse rateio, a resposta foi negativa. O projeto para a aplicação dos recursos do Fundef também foi encaminhado à Câmara Municipal de Parauapebas (CMP), que seguiu o parecer do TCM e entendeu que os recursos são do município e não especificamente da Educação, por tanto, sua aplicação deve ser discutida.

Enquanto a situação não se resolve, quem sofre são os alunos que terão suas aulas interrompidas, “semana passada minha filha ficou sem aula por dois dias por que os professores estavam fazendo manifestação, e agora vem essa greve. Eu espero que resolvam essa situação logo, nossos filhos não podem ser prejudicados”, informou a dona de casa, Aparecida Carvalho.

Confira o áudio do Sintepp divulgando o início da greve: Audio Sintepp_2017-10-07 at 10.05.26 AM

 

 

 

 


Mais do Portal F5


  • Notícias

Vale abre vagas de estágio no Pará

A mineradora Vale, referência global no setor de mineração, está com inscrições abertas para o Programa...

  • Notícias

Justiça Autoriza Transfusão de Sangue em Bebê Contra Vontade dos Pais

Decisão Judicial Prioriza Vida de Recém-Nascido A Justiça de Ilhéus, Bahia, autorizou uma transfusão de...

  • Notícias

Polícia Federal Interrompe Atividade de Mineradora Clandestina no Pará

Cumaru do Norte (PA) — Em uma ação decisiva, a Polícia Federal (PF) desmantelou uma operação...

Você não pode copiar esse texto.