Arraial de Marabá entra no mapa nacional de festejos juninos


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Em 2018, Marabá poderá ter um dos maiores e mais diversificados públicos dos últimos tempos no 33º Festejo Junino da cidade. O evento que reúne dezenas de quadrilhas juninas e bois-bumbá, na arena municipal, está sendo divulgado em todo o Brasil.

O município está entre os 140 do país, com a festividade inclusa no mapa de Festejo Juninos, lançado pelo Ministério do Turismo. O mapa traz informações dos festejos juninos registrados no Calendário Nacional de Eventos do MTur. São comemorações a Santo Antônio, São João e São Pedro, que ocorrem de norte a sul do Brasil.

Para Isis Mourão, técnica da Secretaria de Turismo, essa é uma oportunidade de movimentar o turismo na cidade. “ O festejo Junino pode atrair milhares de pessoas para a cidade, desde que a gente possa fortalecer isso como um atrativo natural. As apresentações são um espetáculo”, afirma Isis.

A Prefeitura de Marabá está montando uma mega estrutura para receber mais de 5 mil pessoas por noite durante o festival, que vai acontecer no período de 23 a 30 de junho. A abertura será com um grande arrastão dos grupos pela Orla Sebastião Miranda que vai da Praça Duque de Caxias até a arena do Festival Junino, no bairro de Santa Rosa. Além da Arena, o espaço contará também com praça de alimentação com vendas de bebidas e comidas típicas, onde será montado também um palco para apresentações culturais.

Com informações da SECOM – Prefeitura de Marabá


Mais do Portal F5


  • Destaques

Casal é Preso por Matar Mulher que Recusou Fornecer Senha do Wi-Fi

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) denunciou um casal suspeito de matar a...

  • Destaques

Trabalhador demitido por justa causa após atestado falso

Dependendo da gravidade da conduta do empregado, justifica-se a rescisão contratual por justa causa sem...

  • Destaques

Jogo do Tigrinho: Desvendando os Segredos

Investigação de engenheiro de segurança cibernética revela bastidores do jogo online e alerta para falta...

Você não pode copiar esse texto.