Corpos são encontrados a 800 metros do local onde era refeitório da Vale


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Equipes encontraram corpos que podem ser de funcionários que estavam no refeitório a 800 metros do local

Corpos encontrados nesta segunda-feira (28) em meio à lama causada pelo rompimento da barragem em Brumadinho podem ser de funcionários da Vale que estavam no refeitório.

O porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, disse na noite desta segunda-feira (28) que, apesar de estarem a 800 metros de onde ficava a o restaurante, as vítimas estavam perto de um mobiliário que indica ser do refeitório.

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, os trabalhos desta segunda-feira (28) se concentraram em dois pontos. Em um deles, os militares acreditam ter encontrados possivelmente, pessoas que estariam no refeitório.

O número de corpos encontrados aumentam

“Começamos um trabalho, identificando e recuperando, algumas vítimas, ao que tudo indica, parecem ser pessoas que estavam na localidade do refeitório quando o acidente aconteceu. Como se deu esse trabalho? O Corpo de Bombeiros começou a identificar alguns itens de mobiliário, comparando com o mobiliário que estava presente no refeitório. Então, a partir da identificação de algumas mesas, cadeiras, outros itens que achamos, comparamos com fotografias que tivemos acesso do refeitório e verificamos que era o mesmo mobiliário. A partir disso, conseguimos começar a localizar alguns corpos”, disse.

O outro local é o segundo ônibus encontrado pelos bombeiros. Lá, os trabalhos tiveram apoio dos militares israelenses e dois corpos foram resgatados. As buscas neste ponto permanecem até as 22h.

De acordo com Aihara, o número de mortos deve aumentar na manhã desta terça-feira (29) porque ainda está em andamento o processo de recuperação de corpos nesta noite.

Equipamentos israelenses precisam de adaptação

Se, por um lado os militares israelenses já estão em campo, por outro, os equipamentos trazidos por eles ainda não foram utilizados nas buscas. Aihara disse que, nesta segunda-feira, foi feita uma análise sobre as potencialidades dos aparelhos e foi verificado que eles oferecem, sim, recursos positivos para o auxílio aos bombeiros brasileiros. Entretanto, ele pondera que é necessário que seja feita uma adaptação em relação às condições em que normalmente são usados.


Mais do Portal F5


  • Destaques

Vale abre vagas de estágio no Pará

A mineradora Vale, referência global no setor de mineração, está com inscrições abertas para o Programa...

  • Destaques

Justiça Autoriza Transfusão de Sangue em Bebê Contra Vontade dos Pais

Decisão Judicial Prioriza Vida de Recém-Nascido A Justiça de Ilhéus, Bahia, autorizou uma transfusão de...

  • Destaques

Polícia Federal Interrompe Atividade de Mineradora Clandestina no Pará

Cumaru do Norte (PA) — Em uma ação decisiva, a Polícia Federal (PF) desmantelou uma operação...

Você não pode copiar esse texto.