Escolas serão beneficiadas com Programa de Educação Alimentar


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Com o objetivo de favorecer a adoção voluntária de práticas e escolhas alimentares saudáveis e contribuir para a segurança alimentar e nutricional dos membros da comunidade escolar, a Secretaria Municipal de Educação de Parauapebas (SEMED) está implantando na rede municipal de ensino o Programa de Educação Alimentar e Nutricional no Ambiente Escolar.
Inicialmente, as escolas Olga da Silva e Sorriso de Criança serão beneficiadas com o programa. Serão desenvolvidas ações voltadas para a educação alimentar e nutricional, a criação ou ampliação de hortas, desenvolvimento de sistemas de compostagem e ajardinamento.

O projeto tem objetivo de melhorar a qualidade alimentar nas escolas

“A proposta é trazer a temática para discussão e fazer com que toda a comunidade escolar realmente melhore sua qualidade alimentar, incluindo em suas refeições mais frutas e verduras ao invés de produtos industrializados. Além das ações de formação para os envolvidos, nós pretendemos colaborar de forma significativa para a criação das hortas e jardins”, informa Sérgio Augusto de Ávila, um dos coordenadores do programa.
No último dia 10, a equipe de educadores da Escola Olga da Silva, membros da comunidade escolar e representantes do Poder Legislativo tiveram a oportunidade de conhecer o programa. Durante a reunião, todos se mostraram dispostos a colaborar para o sucesso da iniciativa.

“Estou muito feliz em saber que a escola foi contemplada. Minha equipe com certeza já abraçou a causa, pois se trata de um programa que vai mudar a qualidade de vida de nossos alunos, dos nossos professores, enfim, da própria comunidade, pois as crianças irão levar as informações e as mudanças de hábitos para casa”, anima-se Benedita Licá, diretora da Escola Olga da Silva.

O secretário-adjunto da Semed, Antonino Brito, ressalta a importância dos parceiros. “Para conseguirmos ter êxito em um programa dessa magnitude nós contaremos com o apoio de parceiros como a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), o Centro de Educação Ambiental de Parauapebas (Ceap), a Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror) e outras secretarias municipais”, expôs o gestor.

Rosieny Almeida Fernandes, coordenadora do Setor de Projetos e Convênios da Semed, e a vereadora Eliene Soares também marcaram presença no encontro. Eliene é uma das autoras da Indicação n° 231/2018, que propõe a criação de um projeto de lei que institui a criação de hortas escolares na rede de ensino de Parauapebas.


Mais do Portal F5


  • Destaques

Jogo do Tigrinho: Desvendando os Segredos

Investigação de engenheiro de segurança cibernética revela bastidores do jogo online e alerta para falta...

  • Destaques

Polícia prende homem com fuzil anti-drones em Nova Iguaçu

Agentes da Polícia Federal e da Receita Federal frustraram, na manhã de segunda-feira (15), o...

  • Destaques

Operação Santa Rota Combate Corrupção em Santaluz

A Operação Santa Rota combate corrupção em Santaluz e investiga irregularidades na contratação de transporte escolar. A...

Você não pode copiar esse texto.