MPPA Denuncia Influenciador “Mago das Unhas” por Calúnia


  • Nenhum comentário
  • Destaques

 

MPPA Denuncia Influenciador "Mago das Unhas" por Calúnia

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) denunciou o influenciador Gleison Pereira Soares, mais conhecido como “Mago das Unhas”, pelos crimes de calúnia e denunciação caluniosa. A denúncia, apresentada pelo promotor de Justiça Cézar Augusto dos Santos Motta, surge em meio a outras acusações já enfrentadas pelo influenciador, incluindo a prática ilegal de divulgação de jogos de azar, como o “Jogo do Tigrinho”.

Inicialmente, o Ministério Público propôs a Gleison um Acordo de Não Persecução Penal (ANPP) para resolver o caso dos jogos de azar sem a necessidade de processo judicial. No entanto, o influenciador não compareceu para formalizar o acordo, levando o promotor a apresentar uma nova denúncia.

Em vez de cooperar com a Justiça, o “Mago das Unhas” publicou um vídeo nas redes sociais acusando um delegado de perseguição. Essa ação desencadeou um inquérito para apurar a prática de jogos ilegais, resultando na decretação de prisão preventiva para o influenciador, que foi solto no dia seguinte.

O “Mago das Unhas” voltou a ser preso após ser flagrado realizando manobras perigosas com um carro na faixa de areia de uma praia em Salinópolis, no nordeste do Pará. Dessa vez, ele também foi acusado de desacato e continua detido no sistema penitenciário.

A defesa

Em defesa, Marco Pina, advogado de Gleison, informou que aguarda a citação formal para apresentar defesa.

Sobre o vídeo que gerou a denúncia de calúnia, além de acusar o delegado, Gleison mencionou, em conversa com outra influenciadora também envolvida na divulgação de jogos de azar, que um magistrado teria exigido R$ 300 mil para libertá-los. Ele alegou que o valor seria dividido com o Ministério Público e dois juízes. No entanto, segundo o MPPA, as declarações de Gleison foram confusas e sem provas. A influenciadora mencionada no vídeo, em boletim de ocorrência, negou as acusações.

A Justiça ofereceu denúncia contra o influenciador pelos crimes de calúnia (artigo 133 do Código Penal), agravada por ser propagada nas redes sociais (artigo 141 do Código Penal), além do crime de denunciação caluniosa (artigo 339 do Código Penal).

O “Mago das Unhas” agora enfrenta um processo judicial que poderá resultar em penalidades severas.

Veja também:
Carros de luxo apreendidos em perseguição no Pará
10 Razões para Adquirir uma Alexa e Transformar Sua Casa em um Lar Inteligente


Mais do Portal F5


  • Destaques

Jogo do Tigrinho: Desvendando os Segredos

Investigação de engenheiro de segurança cibernética revela bastidores do jogo online e alerta para falta...

  • Destaques

Polícia prende homem com fuzil anti-drones em Nova Iguaçu

Agentes da Polícia Federal e da Receita Federal frustraram, na manhã de segunda-feira (15), o...

  • Destaques

Operação Santa Rota Combate Corrupção em Santaluz

A Operação Santa Rota combate corrupção em Santaluz e investiga irregularidades na contratação de transporte escolar. A...

Você não pode copiar esse texto.