PM prende suspeitos de roubar caminhonetes na região


  • Nenhum comentário
  • Destaques

A Polícia Militar de Parauapebas recebeu uma denúncia dando conta que algumas caminhonetes roubadas em municípios próximos estavam sendo conduzidas à Canaã dos Carajás, onde supostamente ocorria desmanche. Após apurar as informações, a PM empreendeu uma ação que resultou na prisão de três suspeitos – incluindo uma mulher menor de idade – e na apreensão de armas e drogas, na última quinta-feira (26).

Trio foi preso próximo a rotatória do S11D

A ação policial, realizada pelo Cabo Batalha e pelo Soldado Dênis, iniciou no local conhecido como “Invasão”, em frente à rotatória do S11D, onde havia três casas que seriam ponto de apoio dos suspeitos dos roubos. Na localidade foram encontrados os nacionais Cícera Pereira da Silva, que tinha mandado de prisão emitido em Marabá, Samuel Sousa Torres, reconhecido por roubar carros na região e a uma menor, de 17 ANOS, que portava drogas e dinheiro, supostamente oriundo de tráfico.

Durante a abordagem, Samuel evadiu para os fundos do lote, desobedecendo a ordem de parada, depois cruzou cercas e plantações, mas caiu durante a fuga e foi acompanhado pela guarnição. Enquanto era imobilizado o suspeito se manteve exaltado e entrou em luta corporal com a polícia, mas foi contido e algemado.

Na busca feita na residência de Samuel, foram encontrados um pedaço de maconha, uma espingarda caseira tipo “por fora”, um motor de motocicleta, duas bengalas e uma descarga de motocicleta.

Já na busca na residência de Cícera foi encontrada outra espingarda caseira tipo “por fora” e um saco de fumo enterrado, contendo quatro pedaços de maconha. Acerca da procedência da droga, Cícera declarou que não seria dela, mas de um indivíduo conhecido como “Kiko”, o qual teria enterrado na residência, após passagem por lá.

A existência de um novo suspeito foi confirmada através de busca de informações no celular de Cícera, que encontrava-se sem senha e desbloqueado. No aparelho foram encontradas conversas com Kiko, o suposto dono da droga. As mensagens davam conta que ele estava praticando assaltos na região. Havia ainda fotografias dele portando uma pistola.

A avaliação das mensagens de celular de Cícera indicou ainda uma associação dela com membros do PCC. Em algumas das mensagens havia uso de simbologias típicas do grupo criminoso, além disso, em muitas conversas com outros suspeitos de integrarem o PCC, eles a chamavam de “Tia”, o que reforçaria a suspeita de associação dela com a organização.

Na busca pessoal realizada na bolsa da menor, foi encontrado outro pedaço de maconha e R$ 235,00 em espécie, bem trocados, amassados e com odor característico da maconha. Após condução até a delegacia de Parauapebas, a menor foi revistada, sendo encontradas em sua posse, quatro petecas de crack.


Mais do Portal F5


  • Destaques

Vale abre vagas de estágio no Pará

A mineradora Vale, referência global no setor de mineração, está com inscrições abertas para o Programa...

  • Destaques

Justiça Autoriza Transfusão de Sangue em Bebê Contra Vontade dos Pais

Decisão Judicial Prioriza Vida de Recém-Nascido A Justiça de Ilhéus, Bahia, autorizou uma transfusão de...

  • Destaques

Polícia Federal Interrompe Atividade de Mineradora Clandestina no Pará

Cumaru do Norte (PA) — Em uma ação decisiva, a Polícia Federal (PF) desmantelou uma operação...

Você não pode copiar esse texto.