Semed realiza 3ª Mostra de Conhecimento


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Cerca de 320 alunos fizeram exposição de projetos desenvolvidos durante o ano

Cerca de 320 estudantes da rede municipal de ensino deram um verdadeiro show de talento e criatividade durante a 3ª Mostra Interdisciplinar do Conhecimento (Minc), realizada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) na última sexta-feira, 30, no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC). A mostra que objetiva apresentar o resultado de diversas atividades e projetos desenvolvidos durante o ano envolveu alunos dos 3º e 4º Ciclos e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O evento teve início às 9h30 com apresentações de peças teatrais, musicais, danças folclóricas e regionais, coral natalino, júri simulado, entre outras. Também foram expostos diversos trabalhos como pinturas em tela, maquetes, receitas culinárias, histórias em quadrinho, literaturas diversas etc. À noite, a mostra foi encerrada com o Sarau Literário dos estudantes da EJA.

Logo pela manhã, os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dorothy Stang que integram o grupo de dança “Alpha Beats” deram um verdadeiro show de talento ao se apresentarem no palco. Com muito ritmo e estilo eles fizeram a plateia se remexer. “Somos um grupo composto por 11 pessoas que gostam de dançar e se dedicam ao que fazem. É um orgulho participar desse evento, representar a nossa escola e mostrar um pouco da nossa arte”, relatou o estudante do 9° ano Luiz Felipe Lima Rodrigues, destacando a importância do trabalho realizado pelo instrutor de dança Henrique Costa, um dos responsáveis pelos ensaios do grupo.

“É muito gratificante para os técnicos pedagógicos apreciarem tudo o que está sendo apresentado aqui na Minc, pois o que foi exposto e apresentado é reflexo do conteúdo curricular. A Semed está de parabéns. As apresentações estão fabulosas. Estamos descobrindo grandes talentos em nossas escolas, artistas plásticos, cantores, escritores, performáticos, cientistas”, emocionou-se Margarida de Queiroz Figueiredo, coordenadora técnica e pedagógica de Ciências Naturais, ao falar sobre a programação.

Os alunos apresentaram cerca de 27 projetos de várias disciplinas

Ao todo foram expostos e apresentados 27 projetos de várias áreas como Língua Portuguesa, Matemática, Educação Física, Ciências, História, Geografia, Artes, entre outras. “Os nossos grandes articuladores são os nossos professores, coordenadores e gestores das escolas. Eles deram todo suporte para que a Minc acontecesse e para que houvesse uma participação significativa dos nossos alunos”, afirmou Margarida.

PREPARAÇÃO

Veronice Coelho, diretora pedagógica da Semed, explicou sobre a preparação da Mostra. “A organização da Minc começa desde o início do ano letivo, com as atividades que são desenvolvidas por meio de projetos, as sequências didáticas, o que está proposto no currículo dos estudantes. Tudo isso se transforma nessa belíssima mostra interescolar, multidisciplinar, onde todos podem apresentar seus talentos e parte daquilo que aprenderam no decorrer do ano letivo. O que temos aqui é o resultado de todo um trabalho. Não é algo que foi feito apenas para este momento. Trata-se da socialização daquilo que os estudantes aprenderam. Fico emocionada porque vemos adolescentes que têm muito a aprender e a oferecer. São jovens talentosos que precisam de oportunidades e de alguém que acredite neles”, afirmou Veronice.

A coordenadora do Setor de 3º e 4º Ciclos da Semed, Valdelice Cardoso, prestigiou o evento e parabenizou todos os envolvidos. “Os nossos alunos e professores estão de parabéns. Durante todo o ano eles se empenharam e desenvolveram belíssimos projetos, e, como podemos observar, o resultado foi muito bom”, avaliou a gestora.

OS PROJETOS

Quem também ficou bastante feliz com a oportunidade de participar da Minc foi o aluno Alisson Mateus Pinheiro, da Escola Jean Piaget. Ele e os colegas de turma criaram alguns projetos pensando na sustentabilidade. “O professor nos deu suporte com o trabalho e isso nos ajudou a adquirir experiência e técnica. Fizemos uma rede de tratamento de água, um trator, carro de som, aspirador de pó e chocadeira. Tudo isso produzido a partir de materiais recicláveis”, contou o orgulhoso estudante.

O potencial dos alunos deixou o professor Francisco Alves muito empolgado. “Todos os anos a Escola Jean Piaget escolhe um tema e lança para estimular a criatividade dos nossos alunos, e para essa mostra optamos por trazer ideias sustentáveis. Para mim, é um privilégio compartilhar conhecimento e estimulá-los. Eles são talentosos e capazes”, empolga-se o educador.

Lorrane da Silva do Nascimento faz parte do Projeto Tutoria, uma iniciativa do Ministério Público do Pará realizada em parceria com as secretarias municipal e estadual de Educação e a mineradora Vale. A estudante levou para a Mostra uma das descobertas realizadas por meio das atividades de formação do programa: a receita do bolo de cenoura com cobertura de açaí. A delícia foi aprovada por todos que a degustaram. “É uma receita de família, minha avó que criou em uma ocasião em que faltou o chocolate em casa, e a partir daí passou a fazer parte dos nossos encontros”, contou a jovem. (Ascom/PMP)


Mais do Portal F5


  • Destaques

Adolescente Mata Família em SP e Choca a Comunidade Local

Um adolescente de 16 anos chocou a cidade de São Paulo ao confessar ter assassinado...

  • Destaques

Programa de Formação Profissional da Vale Expande Oportunidades

A Vale lançou um Programa de Formação Profissional (PTP) para capacitar indivíduos com as habilidades...

  • Destaques

Câmara de Parauapebas aprova campanha contra crimes cibernéticos

A Câmara Municipal de Parauapebas aprovou uma campanha de conscientização e prevenção contra crimes cibernéticos....

Você não pode copiar esse texto.