Taxista atropela e mata mulher no Cidade Jardim


  • Nenhum comentário
  • Destaques

Por volta das 18 horas deste domingo (16) mais um acidente de trânsito com vítima fatal foi registrado em Parauapebas, desta vez na Avenida dos Buritis, no bairro Cidade Jardim, onde uma mulher, identificada como Lília Mendes, de 42 anos, foi violentamente atropelada por um taxi branco, provavelmente um Chevrolet Classic, enquanto atravessava a avenida Buritis.

Momento em que equipe do Samu fazia manobras de reanimação em Lília

Instantes antes da tragédia, a vítima encontrava-se no canteiro central da avenida, falando ao celular em frente ao Bar do Pipoco. Ao findar o telefonema, iniciou travessia da via em direção ao bar, sem atentar ao veículo que trafegava em velocidade nitidamente acima da permitida, sendo atingida com tamanha violência que foi arremessada acima do veículo, rodopiando no ar e vindo a bater de cabeça ao chão.

Pelas imagens, aparentemente o taxista não tentou frear o veículo e também não desviou da vítima, seguindo seu trajeto sem prestar socorro.

Lília chegou a ser atendida pelo Samu, que percebeu politraumatismo com múltiplas fraturas e praticou manobras de reanimação ainda na via. Os profissionais chegaram a levar a vítima à UPA Cidade Jardim, mas o óbito foi inevitável.

A Associação dos Corredores de Parauapebas e Região (Acoper) emitiu uma nota de pesar ao confirmar a morte de Lília, uma vez que ela era esposa do diretor de eventos da entidade, Osvaldo Júnior. Segundo informações, Lília era bastente ativa na associação e atuava também numa empresa de sua propriedade, produzindo bolos para festas. Ela deixa três filhos.

Lília Mendes [em foto de rede social] deixa esposo e filhos

O atropelamento de Lília ocorre apenas uma semana após outra tragédia ocorrida em Parauapebas: o atropelamento do jovem patinador Wellison Farias, de 16 anos, que também evoluiu a óbito. A similaridade dos casos está nos fatos de haver abuso na velocidade e na fuga dos atropeladores, após a injúria.

Ressalta-se que ambos os atropelamentos eram perfeitamente evitáveis, se os condutores respeitassem medidas de condução defensiva, bem como os limites de velocidade das vias.


Mais do Portal F5


  • Destaques

Adolescente Mata Família em SP e Choca a Comunidade Local

Um adolescente de 16 anos chocou a cidade de São Paulo ao confessar ter assassinado...

  • Destaques

Programa de Formação Profissional da Vale Expande Oportunidades

A Vale lançou um Programa de Formação Profissional (PTP) para capacitar indivíduos com as habilidades...

  • Destaques

Câmara de Parauapebas aprova campanha contra crimes cibernéticos

A Câmara Municipal de Parauapebas aprovou uma campanha de conscientização e prevenção contra crimes cibernéticos....

Você não pode copiar esse texto.